O que pode levar ao cancelamento do Bolsa Família?

O intuito principal da criação do programa, foi mudar a situação de algumas famílias que vivem em situações de pobreza. O valor do benefício muda de acordo com a situação de cada família, por este motivo é feito uma avaliação individual.

O cancelamento do bolsa família é um dos pontos que geram mais dúvidas nos beneficiários do programa. É comum algumas dúvidas sobre o cancelamento do bolsa família pelo fato do governo está com algumas mudanças.

O cancelamento do bolsa família tem preocupado muitas famílias que recebem o benefício. Por este motivo é de muita importância manter os cadastros atualizado do proprietário do beneficiário.

Alguns fatores podem ocasionar esta situação, primeiro ponto é deixar de fazer a atualização do cadastro, esse é um dos motivos que pode levar ao cancelamento do benefício.

Lembrando que só é possível receber o valor do benefício, segundo o calendário do programa, cada família recebe um cartão de identificação do auxílio, com o número do registro em cada um deles, o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) é o que determina quando o valor determinado será depositado, de acordo com o calendário do mês.

Por isso é necessário manter atualizado todos os dados, ao decorrer de cada ano, se durante o ano tiver alguma mudança, o beneficiário deve ir até ao CRAS de sua cidade, para manter atualizado sobre suas mudanças.

A renda do beneficiário é um outro ponto que também tem causado o cancelamento do benefício.

O programa bolsa família, é especificadamente para famílias de baixa renda, por este motivo qualquer alteração na renda do beneficiário ou da família deve ser informado.

A mudança de local de moradia, divórcio, casamento ou novo emprego, devem ser informados para que evite o cancelamento. Em caso de gestante, todas mulheres que recebe o benefício devem sempre fazer o acompanhamento médico, caso contrário, o benefício poderá ser bloqueado ou cancelado.

Adolescentes que possuem entre 16 e 17 anos, devem saber da importância que é a presença na escola. Não basta está matriculado, os mesmos devem ter no mínimo 85% de presença, não cumprindo essas normas poderá fazer com o que você perca seu benefício.

Em Caso de suspensão, como resolver?

O Bolsa família também pode ser suspenso, neste caso será disponível apenas o retroativo, está situação só ocorre no primeiro mês do pagamento. No segundo mês, se a situação repetir os valores se perdem, e só poderá voltar a receber depois de normalizar, vale lembrar que a regularização só ocorre após 6 meses.

FONTEcalendariobolsafamilia2019.com